Saturday, May 27th

Last update:01:09:50 PM GMT

Headlines:
You are here: SOCIEDADE Cotidiano Jovens de Campinho – Monte e Dji d' Sal abrem caminhos inovadores contra a violência, nos fins-de-semana

Jovens de Campinho – Monte e Dji d' Sal abrem caminhos inovadores contra a violência, nos fins-de-semana

E-mail Imprimir PDF

 

Mais Desporto e Cultura - menos Violência! Este o lema que motiva rapazes e meninas dessas três zonas do Mindelo a investirem tempo e dinheiro e, sobretudo cidadania e voluntariado, no combate ao fenómeno da violência juvenil que grassa, ora amiúde – ora grosseira, em bairros do Mindelo; sendo Campinho exemplo palco disso.

 

 

Aliás a zona é razoavelmente visitada pela Polícia Nacional que, por sinal, tem no bairro alguns dos seus mais destacados agentes.

 

O presidente da Associação Cultural, Recreativa e Desportiva Novos Amigos, Gay Cruz é, ele próprio agente da Polícia Nacional.

 

Militares e polícias são cara conhecida doa alegados "bandidos" que querem, por vezes com sucesso, "afrontar os moradores", diz à NhaTerra Online, um activista da zona.

 

Agora são os próprios jovens (alguns dos quais com passagem pela Polícia) a darem as mão que, como dizem, "haja peace and love". Malta Rap, Malta 25, Novos Amigos, Olha-o-Peixe e outros tantos nomes fazem "djunta-mom" nesta luta.

A experiência do Programa não existiria sem a colaboração de gente de inquestionável competência e verdadeiramente comprometidos com a melhoria da qualidade da vida em Cabo Verde. Entre essas pessoas, merece especial destaque a senhora Susana de Nhô Vai que vem demonstrando grande habilidade em dar novos rumos aos jovens.

 

"Naturalmente, este agradecimento é extensivo a toda a nossa equipa, sobretudo ao Chedet, Tony de Lina, Amândia e outros que nos tem apoiado", diz um os organizadores do time.

O Programa consiste na realização nos fins de semana, com oferta de atividades de desporto, lazer e cultura. Ao contribuir para romper o isolamento dos jovens e fazê-los ocupar papel central na articulação da comunidade, o programa materializa um dos fundamentos da cultura de paz: estimular a convivência entre grupos diferentes e favorecer a resolução de conflitos pela via da

cultura e do desporto".

 

Além disso, auxilia populações vulneráveis, caso de dezenas de jovens que vivem nas periferias pobres Campinho, zona onde actua.

Paz, para ser vivida, tem de ser construída, dia a dia, nos pequenos actos, de onde germinam

as grandes transformações. Paz é para ser realizada, não só idealizada. Paz se faz, não é dada.

 

"Nós, de 25, temos consciência de que a paz é, sobretudo, acção. E que só se torna realidade quando caminha junto com o desenvolvimento humano. Por isso, adoptamos como uma de nossas áreas de actuação a educação: para a cidadania e para vida", que não apenas estar aqui a fumar e beber álcool – desabafa em tom inteligente Chedet, da organização do grupo.

Enfim, o diálogo, a tolerância e a responsabilidade são, aqui em 25, palavras-de-ordem.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

 

JoomSport Season Table

 

A

Team
Wins DRAW Lost Points
1 Académica do Porto Novo [SA] 0 0 0 0

B

Team
Wins DRAW Lost Points
1 Mindelense [SV] 0 0 0 0